segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Lantanas











Nome Científico: Lantana camara

Sinonímia: Lantana aculeata, Lantana mista, ...

Nome Popular: Cambará, cambarazinho, lantana-cambará, verbena-arbustiva, cambará-miúdo, cambará-de-cheiro, cambará-verdadeiro

Família: Verbenaceae

Divisão: Angiospermae

Origem: América Central e América do Sul

Ciclo de Vida: Perene

É uma planta de interesse agronômico, pois pode ser cultivada como ornamental e quando em estado selvagem constituem plantas invasoras.É também,bastante conhecida por induzir a fotossensibilização hepatógena(Tipo de dermatite eritematosa causada pela ingestão de plantas que possuem uma substância tóxica que provoca alterações no parênquima hepático ou ductos biliares).

Arbusto florífero de efeito muito ornamental,que atinge 1,2 a 2,4m de altura, com sistema radicular forte. É excelente para a formação de maciços e bordaduras. Suas folhas são muito pilosas e os seus ramos flexíveis podem ser eretos ou semipendentes. As inflorescências são compostas numerosas flores ricas em néctar, formando mini-buquês das mais variadas cores, como laranja, rosa, vermelho, amarelo e branco; sendo comum observar, na mesma inflorescência, flores com colorações diferentes.Existem centenas de variedades/cultivares cultivadas, cujas flores apresentam-se nas cores vermelha, alaranjada, amarela, branca, rosa e púrpura. Há algumas variedades cujas flores mudam de coloração conforme a idade. Assim, existem lantanas cujas flores de início amarelas que vão se tornando alaranjadas e vermelhas. As flores se acham reunidas em inflorescências do tipo capítulo, onde as flores vão se abrindo da periferia para o centro da inflorescência.

Deve ser cultivado a pleno sol, em solo fértil enriquecido com composto orgânico, com regas periódicas. Tem grande potencial invasivo, tornando-se daninha em determinadas situações. Também é considerada planta tóxica e sua utilização terapêutica deve ter acompanhamento médico. Tolerante ao frio e às podas. Multiplica-se por estacas e sementes.

Atualmente se acha disseminada em vastas regiões da Ásia tropical e Austrália, onde a planta foi introduzida há longo tempo.


Além de linda e atrair principalmente borboletas,ela representa perseverança e harmonia.

Fontes/Texto:

*Artigo sôbre plantas tóxicas fotossensibilizantes do VI Encontro de Zootecnia e V Simpósio de Ciências,UNESP

( http://docs.google.com/gview?a=v&q=cache:IsSBmhs0uTQJ:www.dracena.unesp.br/eventos/sicud_2009/anais/prod_animal/045_2009.pdf+fotossensibiliza%C3%A7%C3%A3o+hepat%C3%B3gena+%C3%A9&hl=pt-BR&sig=AFQjCNHAS1zRQWVs6VbFcpQFh5Um5DtHsg );


*Sites do Ambiente Brasil, Portal Mundo das Flores e Jardineiro net;


Fotos do fichário Wikipédia , Casa e Cia , Proflora

Um comentário: